O fenômeno La Niña e seus impactos na agricultura

Noticia O fenômeno La Niña e seus impactos na agricultura  da netbasic uberaba mg
quinta-feira, 19 Novembro, 2020

A safra 2020/21 pode ser altamente influenciada pelos fenômenos climáticos, impactando diretamente na distribuição de chuvas e na produtividade das culturas.

Por isso, neste post, vamos entender como o Fenômeno La Niña pode influenciar na agricultura.

O que é o fenômeno La Niña?

Em espanhol quer dizer “a menina” e é considerado o oposto do tão conhecido El Niño.

O La Niña se caracteriza pelo resfriamento das águas e o aumento na pressão atmosférica na região leste do pacífico. Esse fenômeno já está sendo sentido, através da alteração da distribuição e volume de chuvas.

As regiões mais centrais do Brasil, como Mato Grosso do Sul, São Paulo, Minas Gerais e Goiás, já estão sofrendo com o atraso das chuvas para os plantios de soja. Isso pode se intensificar muito na segunda safra, já que a chuva deve ir embora mais cedo e veranicos tendem a ser frequentes, interferindo diretamente na produtividade das culturas de verão e inverno.

Portanto, a regularidade de chuvas e os milímetros de água necessários para a produtividade dessas culturas podem não ser atingidos devido a grande a ação do La Niña.

Uma dica para os agricultores é um bom preparo de solo e uma adubação equilibrada. 

O gesso agrícola, neste contexto, possibilita um maior incremento de raízes em subsuperfícies, fazendo com que em condições de falta de água, essa planta possa buscar raízes em maior profundidade. Por isso o gesso agrícola também é conhecido como um importante aliado e um “Seguro contra a seca”.

Desta forma, o uso do gesso agrícola, busca o melhor equilíbrio e construção do perfil do solo, amenizando os prejuízos causados pela falta de chuvas.

______

Por: Samila Candida, Supervisora de P&D.